A artista plástica  Debora Muszkat, reconhecida por seu trabalho  com  vidro reciclado integra o Global Village 2016, Projeto Internacional de Arte Contemporânea que irá para a Holanda, Dinamarca e Alemanha entre maio e setembro de 2016.

 

O Global Village, que integra o prestigiado Instituto White Cube, foi criado em 2009 pelo artista e curador holandês  Jeroen van Paassen com o objetivo de integrar  artistas expoentes de várias partes do mundo, apresentá-los em diferentes paises e investir na interação deles com o público.

 

Para este Projeto, Debora Muszkat criou a obra “Waterfall”, construída com resíduos de peças de vidro industrializado,  fabricado pelos seus colegas vidreiros, e que Debora consegue transformar em verdadeiras  ondas de luz e cor. Cacos de vidro de todos os tamanhos, unidos e fundidos em alta temperatura, congelam características e propriedades da água em chapas translucidas e orgânicas, transmitindo a sensação de movimento.

 

Com o intuito de promover uma atividade lúdica,  que coloque em o público em contato com a transformação vítrea e suas possibilidades, Debora irá convidar a população da cidade de  Landshut, na Alemanha, para montar com ela um mosaico de vidro que irá contar uma passagem importante de sua historia. Depois de finalizada, a  obra será doada para a  cidade pelo curador da Bienal, Jeroen van Paasen.

 

Esta experiência coletiva não é novidade para a artista, que já promoveu atividades com o público em várias oportunidades no Brasil,  como na inauguração das obras:  “Aranha”, no Mam,   “Bola de Vidro”, no Mac,  e “Diamante de Vidro”, no Parque do Ibirapuera.  “Diamante de Vidro” obteve o 4º. Prêmio na Bienal de Florença de 2015, na categoria “instalação”.

 

artista

 

A obra “Waterfall” dá sequência à pesquisa que resultou na exposição “Entre o Líquido e o Sólido”, inspirada por uma viagem da artista pelo Rio Negro, na Amazônia.

 

“Impressionada pelo movimento das águas, quis reproduzir no vidro essa fluidez destacando as propriedades dessa matéria-prima surpreendente que passeia do fluido ao compacto, do opaco ao transparente, do quebradiço ao liquefeito”, comenta a artista sobre o trabalho.

 

Debora Muszkat é reconhecida por seu trabalho com vidro descartado. Sendo 100% reciclável, o reaproveitamento do vidro, ganha extrema importância nos dias de hoje, em que a preocupação com o meio ambiente não precisa ser enfatizada. Ao contrário, em forma de lixo ambiental, representa um material perigoso e cortante.

 

Na sua tarefa de divulgar as várias possibilidades de reaproveitamento, através de suas criações artísticas, Debora conta com o patrocínio da maior empresa de Vidro do mundo O-I, e apoio da Abividro (Associação técnica das indústrias Automotivas de vidro) parceiros do ramo vítreo que compartilham não apenas de suas preocupações, mas de seu entusiasmo e da  estética que consegue alcançar.

 

artista2

 

Exposições:

 

20/5/2016 a 30/5/2016 – Koog a/d Zaan, Holanda.

25/6/2016 a 4/7/2016 Ladshut, Alemanha.

20/8/2016 a 19/9 2016 Brandy, Strand, Dinamarca.

 

Fonte: Flavia Fusco Comunicação


Obs: As informações acima são de total responsabilidade da Fonte declarada. Não foram produzidas pelo Instituto Pinheiro, e estão publicadas apenas para o conhecimento do público. Não nos responsabilizamos pelo mau uso das informações aqui contidas.